quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Mousse de chia e fruta com abacate e spirulina

Mega pequeno almoço saudável, super fácil de fazer e podes variar as frutas.
Encontram todos estes ingredientes numa logo de produtos naturais com o celeiro ou o brio.
São caros, mas vão durar imenso tempo e são óptimos substitutos ao açúcar no caso do agave, e ricos em coisas boas.

Mousse de chia e fruta com abacate e spirulina




- 5 colheres de sopa de chia
- 1 copo de leite de arroz
- 1 colher sopa de agave em pó (adoçante natural extraído da planta mexicana agave)
- 100g de framboesas ou meia papaia ou outra fruta

- meio abacate
- 1 colher sopa de spirulina(alga em pó rica em proteína, fibra, vitaminas e minerais)
- meio copo de leite de arroz
- 2 colheres sopa de agave em pó
- 1 colher de sopa de pólen de flores (rico em proteínas, vitaminhas e sais minerais)

Colocar num copo o leite, a fruta e o agave. Triturar, colocar num frasco e juntar a chia. Mexer bem.
Esperar cerca de meia hora que a chia comece a tornar-se gelatinosa e a transformar o nosso batido num pudim.
Enquanto esperamos colocamos o abacate num copo, com a spirulina, o leite, o agave e o polen e triturar até formar uma mousse.
Colocar a mousse de abacate sobre o pudim de fruta e está pronto a comer.
Também é óptimo de um dia para o outro.

Bom apetite


Strogonoff de seitan e cogumelos biológicos com lombarda salteada

Fui à feira biológica do campo pequeno.
Acontece todas as semanas, sabados, entre as 09h e as 14h.
Claro que foi uma correria para conseguirmos chegar às 13:40h mas ainda conseguimos umas belas iguarias biológicas (e 3 bolinhos caseiros dos vendedores).
Tem um pouco de tudo, legumes, frutas, leguminosas, pão, compotas, sabonetes...mas sempre biológico.
Saí um pouco mais caro, sim é verdade, mas já ingerimos tanta porcaria vinda sei lá de onde e contendendo não sei quantos químicos que vale bem a pena (na minha opinião) o esforço de dar ao nosso corpo produtos portugueses isentos de qualquer químico por mais uns euros.
A minha cozinha ficou cheia de cores e fui logo fazer um belo almoço com os deliciosos cogumelos que comprei.








































Strogonoff de seitan e cogumelos biológicos com lombarda salteada

Marinar o seitan pelo menos meia hora em :
- molho soja
- alho picado
- gengibre ralado
- louro
- limão
- salsa

- cogumelos (usei 2 variedades)
- seitan marinado em cubos-
azeite
-alho picadinho
- 2 cubos de tofu (escaldado durante 3 min)
- água
- azeite
- sal e pimenta.

-couve lombarda
- alho
- azeite
- vinagre de ameixa


Saltear o seitan sem a marinada em alho picadinho e um fio de azeite.
Juntar os cogumelos e deixar amolecer.
Num copo triturar o tofu com um fio de azeite, água e temperar até obter uma consistência semelhante à nata.
Juntar um pouco da marinada ao seitan e o creme de tofu.
Temperar.

Saltear a couve lombarda em alho e azeite e juntar um pouco de vinagre de ameixa no final.

Bom apetite!



quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Escabeche de frango

Sempre gostei de coisas ácidas, picantes, salgadas, intensas. O limão é um dos meus ingredientes preferidos e é usado em quase todo o lado.
O vinagre idem, em chutneys, compotas, temperos, assados e desta vez em escabeche. O escabeche é um tempero fervido avinagrado que é vertido em cima, normalmente, de peixe frito e que desta forma o conservava durante alguns dias. Um excelente petisco.
Tenho na memória o escabeche de peixes do rio da casa dos meus avós. Sempre por cima do armário da loiça, tapado com um pano, e quanto mais tempo lá estivesse melhor e mais intenso era o seu sabor. Este fim de semana voltei a recordar isso quando numa festa na terra dos meus avós que é minha também, me deram a comer numa tasquinha o mesmo escabeche de peixes do rio, viajei.

Escabeche de Frango



- 2 peitos de frango
- 4 dentes de alho picadinhos
- sumo de 2 limões
- tomilho
- 1 fio de azeite
- sal e pimenta

- 2 cenouras cortadas em tiras
- 2 cebolas em gomos
- 2 dentes de alho esmagados com a faca
-1 folha de louro
- grãos de pimenta
- 1 fio generoso de azeite
- 60g de vinagre de vinho branco
- 60g de vinagre de vinho tinto

Colocar os peitos de frango a assar no forno com os dentes de alho picados, o fio de azeite, o sumo de limão, tomilho, sal e pimenta a gosto durante 25 minutos ou até estarem douradinhos. Deixar arrefecer e desfiar.

Colocar um fio generoso de azeite numa frigideira e saltear a cebola e cenoura até estarem tenros com os alhos.
Acrescentar os vinagres a pimenta e o louro e deixar cozinhar por 5 minutos. Verter este preparado em cima do frango.

Acompanhei com batatinhas assadas e esparregado mas é optimo frio apenas com pão e um belo copo de vinho.

Bom apetite!


domingo, 23 de agosto de 2015

Dim Sum

A Catarina e a Cláudia ofereceram-me uma panela para cozer a vapor de bambu no meu aniversário. (obrigada, adoro-a)
Nunca tinha cozinhado numa nem sabia como fazê-lo. Esteve no armário uns tempos até que houve a disponibilidade e curiosidade em usa-la. Foi esta semana!!!
Estou fascinada. É super fácil, rápido e saudável. E acima de tudo conserva todos os verdadeiros sabores da comida.
A primeira paragem foi o supermercado chinês, na Almirante Reis, para comprar a massa dos dim sum, que vem congelada em forma de círculos. Quando queremos usar basta tirar do congelador umas horas antes e está pronta a usar.
Quanto à panela temos de forrar os vários andares onde vamos colocar os dim sum, com papel vegetal e untar-lo com um pouco de óleo para que não se colem. Depois basta colocar uma frigideira um pouco mais larga que a vossa panela ao lume com água a ferver (convém apenas que a água não toque no andar onde estão os dim sum) e deixar ferver por 10 a 15 minutos. É necessário ter atenção pois a água vão evaporando à medida que ferve e é necessário colocar mais.
Podemos usar os mais variados ingredientes e irei com certeza colocar aqui no blog outras variantes, esta semana fiz assim:

Dim Sum de porco gengibre, couve lombarda e lima



- 200g carne de porco picada (usei do lombo)
- couve lombarda cortada fininha
- gengibre ralado
- coentros picados
- 1 cebola picada
- sumo de uma lima
- 2 colheres de molho de soja
- 1 colher de molho de ostra

Misturar os ingredientes numa taça.
Rechear os dim sum (ver video em baixo) e colocar na panela forrando cada andar com papel vegetal untado com um fio de óleo. Deu para 30 dim sum.
Colocar uma frigideira ao lume com água e colocar la dentro a panela fechada cerca de 10 a 15 minutos.

video


Bom apetite

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Sopas de Tomate

Há pessoas dos doces e há pessoas dos salgados. Há pessoas que deliram com as sobremesas, os gelados, a pastelaria, as bolas de berlim na praia, e há aquelas que vão aos croquetes, aos pastéis, aos petiscos, às fatias de pizza e às sopas de tomate.
Eu sou dos salgados, gosto de bons croquetes, de bons petiscos e claro de sopa de tomate. É daquelas coisas que se me aparece à frente de um menu de restaurante tenho muita dificuldade em não pedir.
E da mesma forma, é um prato recorrente cá em casa e no Primeiro Andar. Já experimentei fazer de muitas formas e feitios, em creme, com pedaços, com ovo, com croutons.
Hoje deixo-vos uma que fiz esta semana e para mim uma das melhores.
Também vos deixo esta fotografia de uma de um restaurante O bastardo, que considero uma das melhores de Lisboa (ainda não provei todas, mas já provei algumas).


Sopa de tomate do restaurante "o Bastardo"


Sopa de Tomate

- 2 cebolas roxas picadas
- 4 dentes de alho picados
- 8 a 10 tomates sem pele
- 1 fio de azeite
- queijo mozzarela
- folhas de manjericão
- 1 ovo escalfado
- sal

Picar as cebolas e os alhos. Usei um picador (daquelas acessórios que vêm com a varinha mágica.
Refogar a cebola e o alho num fio de azeite e juntar o tomate, sem pele também picado no picador. Juntar uma caneca de água e deixar cozer por cerca de 20 minutos. Temperar e provar de sal.

Para escalfar o ovo. Pôr uma panela ao lume com água e juntar 2 colheres de sopa de vinagre.
Quando estiver quase a ferver, mexer com uma vara de arames. Abrir o ovo para uma taça e despeja-lo no meio da água ainda em movimento. Deixar cozinhar cerca de 4 a 5 minutos até flutuar. Retirar com cuidado.

Servir a sopa com o ovo no centro, cubos de mozzarela e folhas de manjericão.

Bom apetite!



quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Granola

Todos nós somos diferentes e eu acredito no lema de que somos o que comemos.
Em função disso, há algumas coisas que sinto que o meu corpo me "impede" de comer dado os efeitos que provoca em mim. Uma delas é o ananás que eu tanto adoro, que me provoca aftas, outra o pimento verde que me dificulta a digestão, o pão que me deixa inchada, etc.
Julgo que temos de aprender a ouvir o que o nosso corpo nos diz e ajustar a nossa alimentação em função disso.
Claro que todos sabemos que há alimentos que nos fazem mal e outros superalimentos que devíamos comer todos os dias.
Eu sou apologista do equilíbrio, ouvindo o nosso corpo e não cometendo exageros podemos comer um pouco de tudo de forma regrada. Acima de tudo, devemos comer o que nos faz feliz, pois a culpa de nos privarmos dessa felicidade faz-nos pior do que os alimentos em si. Claro que sempre de forma equilibrada e sem exageros.
Desta forma e tentado regular o meu corpo, com um pequeno almoço saudável, e depois de algumas experiências cheguei à granola. Comecei por comprar mas o preço dela levou-me a fazer algumas experiências. E cheguei a esta receita:

Granola



- 3 chávenas de Flocos de aveia
- 1 chávena de nozes
- 1 chávena de cajus
- 1 chávena de amêndoa laminada
- 3 ou 4 colheres de sopa de óleo de coco
- 3 colheres de sopa de mel
- 2 colheres de sopa sementes de girassol
- 2 colheres de sopa sementes de abóbora
- 2 colheres de sopa de sementes de sésamo pretas
- gojis
- 1 colher sopa de sementes de chia
- 1 pitada de sal

Misturar tudo numa taça e mexer bem até o óleo e o mel se espalharem de forma uniforme por entre as sementes, frutos secos e aveia.
Levar a forno médio (150º) durante 20 minutos e ir mexendo de 5 em 5 minutos.
Deixar arrefecer e guardar em frascos.
Eu como com mirtilos, framboesas, um pouco de linhaça em pó e leite de arroz. Uma delicia.

Bom apetite


quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Voltei. Almôndegas de novilho com molho de tomate cherry

Voltei.
Passados três anos e meio sem escrever aqui, sem partilhar as minhas receitas e descobertas, decidi voltar, pelo caminho muito aconteceu, muitas coisas boas e menos boas.
No entanto algo me trouxe aqui de volta e me deu esta vontade súbita de voltar a escrever e a partilhar as minhas receitas.
Vou começar por partilhar uma receita que surgiu da pesquisa em que me encontro, pesquisa para mudar a carta do espaço a que chamo casa (Primeiro Andar),  mais ou menos de quatro em quatro meses vejo-me debruçada nesse processo.
As estações mudam e com elas os ingredientes e dessa forma, faz sentido cozinhar com o melhor que cada estação nos dá que é sinónimo  de frescura e consequentemente qualidade.
Sou apologista que se os ingredientes foram de qualidade é certo que o resultado final agrada a todos.
Também temos de ajustar aquilo que o nosso corpo nos pede, por exemplo no Verão mais saladas e  frutas, no Inverno mais estufados e guisados aquilo que chamo de confort food.
Vamos ao que interessa, a receita:

Almôndegas de novilho com molho de tomate cherry







- 400g de carne de novilho picada (uma carne de boa qualidade e piquei em casa)
- 1/2 cebola roxa picada
- 1 dente de alho picado
- 1 colher sopa de mostarda dijon
- 1 colher de sopa de mostarda normal
- 1 ovo
- 2 colheres de sopa de polpa de tomate
- frutos secos picados (usei pinhão e pistácio) certa de 3 colheres sopa
- salsa picada
- sal e pimenta a gosto

Misturar todos os ingredientes e fazer pequenas bolas. Fritar um pouco numa frigideira com um fio de azeite para que fiquem douradas e mantenham a forma. Reservar. Levar ao forno por meia hora com o molho por cima.

Molho de tomate cherry

- 1 fio de azeite
- 1/2 cebola roxa picada
- 1 dente de alho picado
- 1 colher de sopa de paprika fumada (usei uma que comprei a semana passada no mercado de Tavira)
- 1 colher de sobremesa de pimenta caiena
- 1 lata de tomate pelado em cubos
- 200g tomate cherry
- polpa de tomate mais ou menos 150g (meio pacote dos pequenos)
- 2 raminhos de tomilho da horta cá de casa
- sal e pimenta a gosto

Numa travessa colocar os tomates cherry a assar no forno por 20 minutos só com 1 fio de azeite.
Saltear num fio de azeite a cebola e o alho. Juntar a paprika e a pimenta caiena, refogar um pouco.
Acrescentar a lata de tomate, a polpa de tomate, o tomilho e deixar cozinhar por mais 15 minutos, mexendo de vez em quando. Temperar a gosto e juntar o tomate assado.

Colocar numa travessa as almôndegas, o molho por cima e polvilhar com pedaços de queijo mozzarela, parmesão e manjericão da horta.

Bom apetite!


terça-feira, 17 de abril de 2012

Massa com salmão, chouriço e tomate cherry





Fotografia: Rui Major
Amigos: eu e Rui

Sabores:

- 400g de salmão sem pele nem espinhas
- 1 chouriço pequeno
- meia cebola picadinha
- 1 fio de azeite
- 1 copo vinho branco
- 2 colheres de sopa de polpa de tomate
- 5 ou 6 tomates cherry
- 3 folhas de manjericão
- sal e pimenta a gosto
- meio queijo mozzarella em cubos
- salsa picadinha
- massa (usei cotovelos mas pode ser penne)

Pesto

- folhas de manjericão (um bom punhado)
- 1 alho
- 4 colheres sopa azeite
- queijo parmesão ralado na hora
- 50g de nozes
- sal e pimenta a gosto

Misturar tudo num copo e triturar com a varinha mágica. Juntar mais azeite se necessário.

Cortar o salmão em quadrados e grelhar num frigideira anti aderente. Temperar com sal e pimenta e reservar.

Na mesma frigideira juntar o azeite e a cebola. Deixar cozinhar um pouco e acrescentar o chouriço em cubos. Saltear e acrescentar o vinho.
Entretanto cozer a massa em água abundante com sal.
No refogado de chouriço acrescentar a polpa de tomate, o manjericão e deixar cozinhar um pouco. Provar e se necessário acrescentar uma colher de mel para cortar a acidez.
Desligar e juntar os tomates cortados em quartos.
Escorrer a massa e passar por água.
Num prato colocar a massa, por cima a mozzarella e mollho de tomates com chouriço. Acrescentar alguns cubos de salmão e polvilhar com pesto.
Servir com salsa picadinha.

Bom apetite!